Pequenas luzes, simplicidade

Este blogue é destinado a pessoas que gostam de pensar sem as limitações impostas pelos modismos e pelas instituições sejam quais forem; que conseguem rir de si mesmas e de tudo, sem sentir culpa; que conseguem olhar além do próprio umbigo.
============================
Este não é um blogue acadêmico, nem jornalístico, não é um blogue temático e não é politicamente correto (modismo idiota americano)! Este blogue pretende ser um espaço de idéias sem a formalidade acadêmica, livre, de conteúdo variado, sem nenhum compromisso temático, ideológico, partidário, étnico, religioso, essas bobagens todas. Ou seja, é politicamente pentelho! e cheio de contradições! como eu! Quem espera respostas prontas e uma enxurrada de racionalidade, que vá ler Kant!
===========================

22 de out de 2009

Acarajé Evangélico!!! era só o que faltava!!!

No jornal capixaba A Gazeta, edição do último domingo, foi publicada uma matéria que serve de ilustração às aberrações do "mundo evangélico" daqui e do Brasil...

Você pode ler a notícia on line: clique aqui

Interessante é que um "pastor evangélico" se refere ao cuidado para não se comer pratos que sejam "oferendas". Além de demonizar o candomblé, agora demoniza-se também a cozinha bahiana.

Na verdade, esse pessoal tem muita confiança em Deus e no poder de Deus:  acredita que um simples "acarajé" pode manifestar uma ação diabólica na vida "espiritual" do "crente". Afirmam, assim, que o Diabo é capaz de derrubar a graça de Deus... boa teologia!

Logo veremos por ai: restaurante evangélico servindo "macarronada crente" (já que é prato italiano, deve ser coisa da a Igreja de Roma), ou pizza gospel (que virá com versículo bíblico escrito em molho de tomate) ....

Aliás, ao ler essa reportagem, lembrei-me de um amigo, pastor (de fato pastor) e bom comediante, que em uma esquete, sobre programação gospel de rádio, anunciava o "Motel Bom Pastor", especial para evangélicos(as), distribuidor das "camisinhas El Shadai", as únicas com versículo bíblico do Salmo 23: "... o teu cajado me consola"!!!

Melhor parar por aqui. Os absurdos que aparecem todos os dias no dito "mundo evangélico" é de fazer qualquer cristão perder a fé, para não perder o bom senso. Um detalhe: a senhora que vende o "acarajé crente",  é "evangélica" mas tem troco para R$ 50,00 (ver postagem abaixo).
===

11 comentários:

  1. Professor, dei pelo menos três grandes gargalhadas quando li a sua reflexão - não pude me conter diante de tanta ignorância - mas na realidade esse tal de acarajé evangélico é de fazer chorar, tal o absurdo que representa. Penso que a bíblia desses tais "evangélicos" deve ter um "EVANJEHO" a mais - "evanjelho" com "J" porque só pode ser "jenériku".
    Ainda ontem, a minha esposa disse: "Estou com uma vontade louca de comer um acarajé", então eu brinquei: cuidado com a "maldição", e rimos. Se eu soubesse que existe "acarajé evangélico" teria dito: mas coma aquele que é "abençoado".
    Eu costumo brincar dizendo: TEM COISAS QUE NEM O "SANGUE" DE JESUS DÁ JEITO. Essa é uma delas!

    ResponderExcluir
  2. Sabe, como ortodoxa ando tão distante desse mundo "evangélico", e estou chocada (e ao mesmo tempo rindo muito) com as coisas que você está contando aqui! Não é possívelque seres inteligentes, como os humanos, podem acreditar nessas coisas! Deve ser gozação! É muita ignorância e falta de respeito para com o Deus Altíssimo pensar o que pensam!

    ResponderExcluir
  3. O drama, Gleise, é que não se trata de gozação! Eles acreditam nisso mesmo!!!
    Embora divertido, é triste, muito triste ver que tem gente que se diz cristã e nada sabe da Bíblia, do significado de Salvação, e o Mistério do Cristo Encarnado!
    Muito triste mesmo... temos de rir para não chorar!

    ResponderExcluir
  4. Fessor este é o meu texto sobre o assunto.

    Mercadoria Nova

    Não o que está acontecendo com as igrejas evangélicas brasileiras, mas acho que alguém aí em cima tem que resolver algumas coisas que estão acontecndo aqui em baixo.

    Tudo virou mercadoria...
    Você já reparou que as igrejas estão cada dia mais parecidas com shoping Centers? Vidros nas portas, sistema de ar condicionado central, piso em granito, salas confortáveis, pessoas muito bem vestidas para lhe acolher na porta... e tem até algumas que tem aquelas maquininhas que agente passa o cartão nas lojas, eles dizem que agora as contribuições podem ser feitas de forma rápida, segura e confortável.
    A úlltima que eu tive conhecimento foi que em Salvador os evangélicos já podem se deliciar com um dos pratos mais típicos da culinária bahiana: o acarajé. Éh! O acarajé, aquele bolinho de feijão recheado com vatapá, caruru, camarão e outras coisinhas...Sim! agora os evangélicos pooodeeemm!!!
    Chegou no mercado um novo seguimento de acarajés, o Acarajé Gospel!
    É mole? Chegamos ao cúmulo da esquisofrenia "evangélica" que torna o mundo bi polar(ou sagrado- De Deus, ou profano - do mundo). Já não bastava as atrocidades que esta pseudo cultura faz com a música criando os pancadões gospel, o sertanejo gospel, a dança gospel, o rock gospel, o samba gospel, o frevo gospel, agora chegamos aos ridículo da idiotisse : o acarajé gospel!
    Ah!!!! Não aguento mais!!! Como dizia Cazuza: "Estou cansado de tanta babaquice, tanta caretisse e essa eterna falta do que falar". Tanta coisa para a igreja fazer nesta sociedade injusta, tanta denúncia profética a fazer, tanta gente precisando do partir do nosso pão, do acolhimento solidário, das palavras de conforto aos aflitos, do verdadeiro EVANGELHO que trás dignidade ao homem e a mulher, ... Mas eles estão preocupados com o MERCADO, com a venda de produtos, com a presença de "evangélicos" na política ( para defender os interesses de suas igrejinhas). Estão preocupados com a adequação do produto ao público alvo, com as estratégias de marketing, com a imagem do evangélico/a na sociedade de consumo, com o lucro das empresas evangélicas, com a imposição de um modelo capitalista travestido de espiritualidade... Que coisa! Eles estão "procurando seu tesouro na terra", sonhando com um lugar no céu. Eles estão enchendo suas vestimentas de adereços para encontrarem com o Senhor no grande banquete e poder dizer: O Senhor viu quantas coisas eu fiz em seu nome? Gravei cds, criei danças gospel, músicas gospel, PURIFIQUEI o acarajé, a feijoada, o macarrão e a salada, transformei tudo em produto evangélico só pra chegar aqui neste banquete... E o Senhor vai dizer: NUNCA lhe pedi tal coisa amigo.

    "Vamos pedir piedade: Senhor piedade!
    pra essa gente careta e covarde"

    ResponderExcluir
  5. Bruno, é exatamente isso o que eu penso... se esse tipo de gente vai pro céu, EU NÃO QUERO IR, porque imagine ter de aguentar os sujeitos por toda a eternidade!!! Nem São Francisco aguentaria!(ia pedir asilo político no Nirvana Budista).
    Diante do "deus-gospel", ou seja lá que "deus" é esse, que eles pregam, o diabo é mais honesto, pelo menos deixa bem claro como são as negociações com ele...

    ResponderExcluir
  6. Caetano você não vale nada, kkkkkkkkkkkkk. Mas essa reportagem que você postou é uma prova de que: a Igreja virou um Sr. comércio, e, que enquanto existir esses filhos da p***, é isso mesmo que você imaginou, seremos obrigados a ver e ouvir esses absurdos. Daqui à algum tempo, quando chegarmos ao supermercado, terá uma seção para os crentes e outra para os não crentes. Que piada, só rindo para não chorar, é mole um negócio desses?! Ou a camisinha "El Shadai" fará um milagre, transformando sua pobre cobra num pau bem firme e resistente. KKKKKKKKK.

    ResponderExcluir
  7. Aberrações evangélicas? não é uma forma de pré-conceito? usar esta informação acima é um ato preconceituoso e de mal gosto, é por isso que muitos estão saindo de religiões mortas que não trazem nenhuma mudança na vida de ninguém. As pessoas são hipócritas que preferem viver no engano de vossas mentes medíocres e preconceituosas. Quem publica isso é conivente com este tipo de pensamento.

    ResponderExcluir
  8. Hipócrita é quem vem anonimamente dizer besteira no blog alheio!
    Eu mostro a cara! e vc, não?
    Profetinha de merda!

    ResponderExcluir
  9. Olha, como estou precisando de dinheiro, estou vendendo marmitex aqui em Santarem, e fazendo Pato ao Tucupi evangélico, sem aquelas feitiçarias indígenas. Avisa o anônimo ai em cima, está bem?
    Em breve lançarei o Pirarucu evangélico (será o Piraru, sem cu, para não ofender os puros).

    ResponderExcluir
  10. oi eu gostaria de tbm deixar me comentario sobre este tema ;nos evangelico sabemos o por q/ de não comer coisas consagradas a idolos pois o senhor Jesus nos disse q/ ao comermos q/ façamos em seu nome e não no nome de idolos seja ele q/ for mas as criticas não foram contrutivas ,mas sim destrutivas obrigado e no ceu não entra qualquer coisa ;mas so os lavados no sange de Jesus

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário.
Ele será submetido à avaliação, e se aprovado, será postado.
Este não é um blog de debates ou discussões, mas de reflexão.